Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Datas e fenômenos podem interferir no destino
18/07/07 às 11:19 h


Recebi, há alguns dias, um e-mail que trazia anexo um grande olho: apenas um olho azul, aberto num fundo infinito. Seria, segundo o e-mail, o “Olho de Deus”, fotografado numa rara posição, o que lhe conferia, ainda segundo a mensagem, o poder de realizar desejos. Para isso, imediatamente ao ver a imagem, o receptor deveria enviá-la a dez amigos. Daí ele poderia fazer seu pedido.

Nesse mesmo dia, um desenho colorido, de um campo de flores, com muitas borboletas e passarinhos, também vindo por meio da Internet, me garantia que a data, 07/ 07/ 07 era propícia para qualquer iniciativa, até mesmo para casamento. Qualquer anseio teria desenvolvimento feliz se fosse proposto nessa data, em que a combinação dos algarismos se alinha de forma especial.

Passados menos de seis dias, outra data destacou-se no cenário mágico-místico do nosso calendário: a sexta-feira 13, de forma a assustar os mais supersticiosos. A data ainda se juntou com o algumas vezes temido e enigmático número sete: 13/ 7/ 07. Nessa conjunção, em vez de fazer pedidos, a ordem seria buscar proteção.

Seja em termos de experiência positiva ou advertência de perigo, algumas circunstâncias materiais acabam por deixar de ser tomadas como simples datas ou fenômenos da natureza para se tornarem fontes de atitudes humanas, que se diferenciam das usuais. Mesmo aqueles que não acreditam, muitas vezes acabam por se comportar de acordo com a crença coletiva.

Será mesmo que datas e fenômenos podem interferir no destino humano?
A explicação mais lógica está no fato de que certas circunstâncias, ao apresentarem algum aspecto que possa ser interpretado como místico, oferecem uma boa oportunidade para a imaginação.

Por isso, um grande número de pessoas, ao acreditar na oportunidade de prosperar e resolver seus problemas, passa a dirigir uma energia vigorosa aos seus alvos. Essa energia coletiva tem força suficiente para converter um simples dia de semana ou um aglomerado de nuvens e gases numa experiência mística.

Dessa forma, uma data ou um fenômeno astrológico, consegue alcançar uma condição mágica, pois nada é mais transformador do que a energia da mente humana.

Talvez os cientistas tenham razão: nada há de extraordinário nos fenômenos citados. O que os torna especiais é a própria vontade humana.

Fonte:: Terra Esotérico!


 + Matérias Relacionadas:

Marizete
Furbino
Prof. Administração e Parceira.