Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Liga de Futsal: Carlos Barbosa bate Cortiana pelo placar mínimo
24/04/07 às 17:17 h


LIGA FUTSAL:

Carlos Barbosa bate Cortiana pelo placar mínimo

  

Tostão deu o passe para o gol de Dionísio Com boa atuação do sistema defensivo, o Carlos Barbosa/Tramontina venceu a Cortiana/UCS por 1 a 0, na utima segunda-feira (23/4), em confronto válido pela Liga Futsal. O jogo foi realizado no ginásio do Centro Municipal de Eventos, em Carlos Barbosa, na serra gaúcha.

 

Com o resultado o time laranja chegou aos sete pontos ganhos, subindo para a sexta colocação, podendo ser ultrapassado, ao final da rodada, por Atlântico, Diplomata e Florianópolis que não encerraram seus jogos. A Cortiana/UCS se manteve com sete pontos, caindo para a décima primeira colocação.

 

O Carlos Barbosa não começou bem o jogo. Com dificuldades para criar jogadas de perigo no ataque, os anfitriões tocavam a bola de forma perigosa, de fronte à área do goleiro Danilo, buscando encontrar um espaço em meio à defesa caxiense. A Cortiana/UCS, por sua vez, buscava jogar nos erros alheios. Em duas roubadas de bola, César Paulo teve a oportunidade para abrir o placar, mas Danilo fez defesas providenciais.

 

Mas aos poucos o Carlos Barbosa/Tramontina passou a buscar o ataque com maior velocidade, o que fez com que os visitantes começassem a errar. E em um desses erros, Pica-Pau apareceu livre na lateral da área de Bagé. O ala bateu forte e o goleiro da UCS fez uma defesa de grande elasticidade. Por tudo isso, apesar das tentativas, a etapa inicial terminou sem gols.

 

No segundo tempo os dois times voltaram dispostos a abrir o placar. Após algumas tentativas por parte da UCS, a ACBF conseguiu abrir o placar. Dionísio se lançou ao ataque pelo meio, tabelou bem com Tostão e recebeu no meio. Com um leve toque ele deslocou o goleiro Bagé, que nada pôde fazer.

 

A pressão caxiense a partir daí foi grande e aumentou quando o ala Juninho foi expulso, após receber o segundo cartão amarelo no jogo. Por dois minutos o time de casa se segurou bravamente para não sofrer o gol de empate. No final o time ainda poderia ter ampliado, com Pica-Pau, que aproveitou um contra golpe com muita velocidade e acertou a trave da UCS.

 

Para o fixo Rômulo que estava voltando ao time do Carlos Barbosa após se recuperar de uma lesão, a ACBF soube aproveitar a chance que teve. "Voltei bem e quero ajudar muito meu time nesse ano. Foi uma partida muito difícil. Conhecemos o time da UCS, uma equipe muito forte e qualificada. Mas nos superamos, aproveitamos bem melhor chance, e seguramos o placar no final."

 

Para Miltinho, treinador da UCS, o time pecou nas finalizações. "Criamos mais que o Carlos Barbosa, principalmente na primeira etapa, mas infelizmente não aproveitamos as chances. No segundo tempo tivemos uma grande chance para empatar, quando tínhamos vantagem numérica e mais uma vez erramos. Isso definiu o placar."

   

Fagner Pinho

Assessoria de Imprensa da Liga Futsal


 + Matérias Relacionadas:

Wilson
Mendonça
Repórter e
Redator