Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Regras Do Futsal Brasileiro Sofrem Alterações E Se Igualam À Fifa
21/03/07 às 10:38 h


Regras Do Futsal Brasileiro Sofrem Alterações E Se Igualam À Fifa

 O ano de 2007 apresenta novidades nas regras do futsal brasileiro. Alterações foram implementadas visando a uniformização das normas em conformidade com as da Fifa. O Brasil passa a ter regras idênticas ao da entidade que rege o futsal no mundo. “Não teremos qualquer diferença entre jogos nacionais e internacionais”, destacou o diretor de arbitragem da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), Paraguassu Fish de Figueiredo.

As mudanças mais significativas dizem respeito à contagem de faltas, uma vez que as individuais não serão mais levadas em conta, só mesmo valendo as infrações em termos coletivos. Na prática, isto quer dizer que um jogador poderá cometer mais de cinco faltas que não será eliminado do jogo.

Outro ponto a ser lembrado, é em relação às faltas indiretas, que não serão anotadas como faltas acumulativas, nem mesmo quando o limite de cinco faltas coletivas for ultrapassado será cobrado tiro livre direto quando a falta anotada for indireta. “Esta é uma questão de adaptação para que as normas sigam ao que é praticado internacionalmente”, relatou Figueiredo.

Entre os fatores que sofreram intervenção também estão o tamanho de quadras, fardamento de membros de comissão técnica e da dupla de arbitragem, que terá de utilizar bermudas, meias e tênis pretos, em substituição à tradicional calça e sapatos brancos, que não serão totalmente abolidos, ficando como opções para serem usados em dias frios.

Confira abaixo os principais pontos que foram alterados nas regras brasileira para 2007:

Até 2006

*Os tamanhos das quadras tinham como o mínimo de 25 metros de comprimento e 15 metros de largura;

*As faltas indiretas eram computadas como faltas acumulativas;

*As faltas indiretas eram tratadas como diretas após a quinta falta coletiva, acarretando tiro livre direto contra o infrator;

*O atleta que acumulava cinco faltas individuais era desclassificado da partida;

*Membros de comissões técnicas não poderiam permanecer no banco de reservas trajando bermudas;

*Membros de comissões técnicas poderiam ser punidos com cartões amarelo e vermelho;

*O cartão amarelo aplicado como punição disciplinar era anotado como falta acumulativa;

*Os árbitros usavam calça, cinto e sapatos brancos;

A partir de 2007

*Os tamanhos mínimos das quadras serão determinados conforme a competição e a categoria. O mínimo determinado para competições nacionais será de 34 metros de comprimento e 17 metros de largura para as categorias que vão do sub-15 ao sub-20;

*Para competições nacionais na categoria adulta a quadra de jogo terá de ter pelo menos 36m x 18m;

*Na Liga Futsal, masculina e feminina, o tamanho mínimo da quadra será de 36m x 18m;

*Os tamanhos máximos permanecem em 42m x 25m;

*As faltas indiretas não serão computadas como faltas acumulativas;

*As faltas indiretas, mesmo após a quinta falta coletiva, permanecem sendo cobradas em dois lances;

*Não haverá mais contagem de faltas individuais, com isto o atleta não será mais excluído do jogo por acúmulo de infrações;

*Membros de comissões técnicas poderão usar bermudas, desde que seja uniforme da equipe;

*Membros de comissões técnicas não receberão cartões amarelo e vermelho. Quando necessário, eles serão excluídos do jogo e o árbitro fará o relato da expulsão;

*O cartão amarelo aplicado como punição disciplinar não contará como falta acumulativa;

*Os árbitros deverão usar calções, meias e tênis pretos, com a opção de, em dias de frio intenso, utilizar calças e sapatos brancos.

Fonte:Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Futebol de Salão – Futsal imprensa@cbfs.com.br


 + Matérias Relacionadas:

Wilson
Mendonça
Repórter e
Redator