Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Com tela holográfica, game 'pula fora' da TV
20/06/07 às 10:46 h


3d_200


Sistema cria imagens 3D que aparecem apenas para usuário envolvido no jogo.
Tecnologia pode ser utilizada para dar mais realidade a videogames.

Imagine poder jogar um game on-line no qual os monstros a serem combatidos pulam para fora da TV e ficam pairando no ar bem em frente ao jogador. Isso é o que promete uma tela computacional que rastreia o movimento dos olhos, gerando um vídeo holográfico tridimensional que apenas o usuário envolvido pode ver. O protótipo da TV, desenvolvido pela empresa alemã SeeReal, é a maior tela de vídeo holográfica desenvolvida até hoje.

Os hologramas recriam toda a luz que viria de um objeto como se ele realmente estivesse em frente ao usuário. A superfície, ou tela, refrata o brilho da luz para gerar ondas que se interferem umas nas outras para criar o efeito 3D. Entretanto, é necessária considerável energia processada para calcular como a tela deve desviar a luz para produzir um holograma móvel e visível de qualquer ângulo. 
 

O protótipo da SeeReal, ainda em preto e branco, torna os cálculos simples o suficientes para serem feitos por um computador tradicional, utilizando duas câmeras para rastrear a visão do usuário. O sistema reproduz apenas as imagens essenciais, tornando assim a reprodução viável –- quanto mais imagens, maior a necessidade de energia para o processamento, diminuindo a velocidade e a qualidade das imagens. 
 

Ao invés de intensificar as resoluções e as necessidades da tela para níveis impossíveis, a empresa utiliza uma tecnologia que limita as necessidades da tela e seus ângulos de refração correspondentes. Outra técnica utilizada é a do sub-holograma, que permite áreas de hologramas menores por ponto da cena, com sua forma e tamanho ligados proximamente à cena 3D que é vista.

Fonte:G1 em São Paulo (globo.com)


 + Matérias Relacionadas:

Genilton
Ferreira
Administrador do site
e Redator