Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Sem cuidados, download vira ameaça ao PC
20/08/07 às 09:18 h


Downloads são parte do cotidiano de quem utiliza o computador todos os dias, seja para trabalho, estudo ou lazer. Mas muitas vezes, por distração ou até mesmo falta de conhecimento, os usuários não tomam certas medidas simples de segurança que deixam o computador protegido na hora de baixar arquivos.

“Ao fazer um download, você entra em contato com um outro servidor, outra máquina, que pode ser de alguém malicioso. Além disso, nunca sabemos se o arquivo que está sendo baixado é realmente o que desejamos e pensamos”, explica Marco Antonio Simões, professor de sistemas de informação da Faculdade de Computação da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).


Com a existência desses riscos, é fundamental manter em dia as atualizações de segurança do sistema operacional e do antivírus, além de instalar na máquina outros programas de segurança como firewall e antispyware. “Uma boa medida é tentar fazer os downloads apenas de páginas conhecidas. Seria interessante perguntar para colegas que já tenham baixado um arquivo do tipo se conhecem determinados sites, para se informar”, disse Patrícia Ammirabile, analista de segurança da McAfee.


Nos casos das redes de compartilhamento de arquivos, as chamadas redes P2P, é mais difícil manter esse controle e a exposição é maior. Por isso, os analistas recomendam nunca deixar de lado uma regra de ouro relacionada aos downloads: sempre analisar com um antivírus o arquivo baixado, antes de executá-lo. Deste modo, se houver algum perigo, o sistema o identificará.


“A oferta maior aumenta as possibilidades de fraude”, afirma Eduardo D’Antona, diretor-executivo da Panda Software. “O grande problema é que o usuário não tem noção dos perigos. Muitas vezes ele abre mão das soluções de segurança para deixar o download e seu acesso mais rápidos, além de não atualizar o antivírus”, explica.


Simões, da Faap, ressalta a importância de sempre estar atento e de verificar a “aparência” do site. “Uma página cheia de banners, links, mal construída, passa a mesma impressão que uma loja desorganizada e com atendimento ruim. Por isso, é bom desconfiar”, afirma. Confira abaixo algumas dicas dadas pelos especialistas ouvidos pelo G1. 

 

 

 

1. Só faça downloads se necessário. Baixar diversos arquivos disponíveis na internet apenas para testar ou ver como funcionam pode causar problemas desnecessários ao PC.

 


2. Mantenha sempre o sistema operacional atualizado. As atualizações geralmente referem-se a falhas de segurança e, por isso, as correções são importantes para impedir a ação de arquivos maliciosos adquiridos via download.

 

 

3. Mantenha um software antivírus instalado e sempre atualizado, além de usar outras soluções de segurança, como firewall e antispyware.

 


4. Se o download for feito através de um link, coloque o mouse sobre o endereço para verificar se está certo. Não clique em links nem baixe arquivos enviados por e-mails não-solicitados e de remetentes desconhecidos -- um artifício muito utilizado pelos criminosos.

 


5. Procure sites de confiança, que pareçam idôneos, ou que foram indicados por outras pessoas. Um site cheio de banners, propagandas e links deve gerar suspeitas. Além disso, nunca clique nesses banners e propagandas.

 

 

6. Depois de baixar o arquivo, antes de abri-lo e executá-lo, faça uma verificação com o antivírus. Além disso, nunca execute ou abra o arquivo diretamente do download -- peça sempre para “salvar como”, analisando-o em seguida com o antivírus.

 


7. Na hora de instalar um programa baixado pela internet, fique atento aos detalhes. Frases mal formuladas ou com erros de português durante as instruções de instalação devem causar desconfiança.

 

 

8. Fique atento a certas extensões de arquivos, como “.exe” e “.scr”. Nem todas elas são prejudiciais, mas são as mais visadas para golpes. Porém, elas não são as únicas utilizadas.

 


9. Caso seja infectado por algum arquivo baixado na internet, apagá-lo pode não resolver o problema -- pior, pode deixar o usuário com uma falsa sensação de segurança. O recomendado é passar o antivírus. Caso ele não consiga eliminar a praga, deve-se entrar em contato com uma empresa de segurança.

 

 

10. Em seu local de trabalho, não baixe o arquivo e faça a instalação diretamente em um computador utilizado pelos funcionários -- é provável que essa máquina tenha informações importantes. É bom testá-lo antes em outra máquina.

 


 + Matérias Relacionadas:

Genilton
Ferreira
Administrador do site
e Redator