Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
EUA prendem homem por vender documentos históricos no eBay
29/01/08 às 15:50 h


Um funcionário público de Nova York que tinha acesso a arquivos do governo foi preso por suspeita de roubo de centenas de documentos históricos, muitos dos quais ele vendeu no site de comércio eletrônico eBay, afirmaram autoridades na segunda-feira (28).

Dentre os documentos perdidos estavam uma carta de 1823 do então vice-presidente dos Estados Unidos, John C. Calhoun, e cópias do Davy Crockett Almanacs.

Daniel Lorello, 54, de Rensselaer, Nova York, foi acusado de roubo, posse de propriedade roubada e fraude. Ele alegou inocência na segunda-feira, no tribunal da cidade de Albany. Ele foi descoberto por um especialista em história que viu os itens colocados no site de leilões e alertou as autoridades, afirmou o escritório geral da procuradoria em comunicado.

Lorello, arquivista do departamento de educação, alegou inocência das acusações. Anteriormente, no entanto, ele havia admitido em documento escrito que havia roubado documentos e artefatos desde 2002. Somente em 2007, Lorello admitiu ter pego de 300 a 400 itens, incluindo a carta de Calhoun, que obteve ofertas de até US$ 1,7 mil, com os investigadores monitorando a venda.

 Devolução

As autoridades recuperaram cerca de 400 itens na residência de Lorello. Segundo o acusado, isso representa 90% de tudo que foi tomado, mas os oficiais afirmaram que ainda era preciso determinar quantos itens haviam sido vendidos on-line.

Os leilões do eBay feitos por Lorello incluíam a litografia Currier & Ives, que ele descrevia como "em perfeitas condições". No leilão da carta de Calhoun havia a afirmação "100% de satisfação garantida". Outros itens que Lorello admitiu em declaração ter roubado e vendido eram um Davey Crockett Almanac de 1835, que conseguiu US$ 3,2 mil e um Poor Richard's Almanac, que foi vendido por US$ 1 mil.

Fonte:: G1 o Portal de Noticias da Globo 


 + Matérias Relacionadas:

Genilton
Ferreira
Administrador do site
e Redator