Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Mensagem: O Padre e o Homem
07/05/07 às 09:01 h


aninham@itabaianase.com.br

 
 
 

Um homem chegou exausto ao mosteiro e disse:
- Estou procurando Deus há muito tempo, talvez o senhor me ensine a maneira correta de encontrá-Lo.
- Entre e veja o nosso convento! – disse o padre, pegando-o pela mão e levando-o até a capela.
- Aqui estão as mais belas obras de arte do século XVI, que retratam a vida do Senhor e a Sua glória junto aos homens.

O homem aguardou, enquanto o padre explicava cada uma das belas pinturas e esculturas que adornavam a capela. No final, repetiu a pergunta:
- Muito bonito tudo que o vi. Mas eu gostaria de aprender a maneira mais correta de encontrar Deus.
- Deus? – respondeu o padre. – Você disse muito bem: Deus? Ele levou o homem até o refeitório, onde estava sendo preparado o jantar dos monges.
- Olha à sua volta: daqui a pouco será servido o jantar, e você está convidado para comer conosco. Poderá ouvir a leitura das Escrituras, enquanto sacia a sua fome.
- Não tenho fome, e já li toda a Escritura – insistiu o homem – Vim até aqui para encontrar Deus. O padre de novo pegou o estranho pelas mãos, e começaram a caminhar pelo claustro, que circundava um belo jardim.
- Peço aos meus monges para manterem a grama sempre cortada, tirarem as folhas secas da água da fonte que você vê ali no meio. Penso que este é o mosteiro mais limpo de toda a região.

O estranho caminhou um pouco com o padre, depois pediu licença, dizendo que precisava ir embora.
- Você não vai ficar para jantar? Perguntou o sacerdote. Enquanto montava no seu cavalo, o estranho comentou:
- Parabéns por sua bela igreja, pelo refeitório acolhedor, pelo pátio intocavelmente limpo. Entretanto, eu viajei muitas léguas apenas para aprender a encontrar Deus, e não para deslumbrar-me com eficiência, conforto, e disciplina. Um trovão caiu do céu, o cavalo relinchou forte, e a terra foi sacudida.

De repente o estranho tirou seu disfarce, e o padre viu que estava diante de Jesus.
- Deus está onde O deixam entrar – disse Jesus – Mas vocês fecharam a porta deste mosteiro para Ele, usando regras, orgulho, riqueza e ostentação. Da próxima vez que um estranho se aproximar pedindo para encontrar Deus, não mostre o que vocês conseguiram em nome dEle, ouça a pergunta, e tente respondê-la demonstrando amor, caridade e simplicidade.

Moral da história: Deus se faz presente em todos os momentos. Para percebê-lo, vê-lo e principalmente senti-lo basta apenas abrirmos o coração e deixar que Jesus faça nele Sua real e verdadeira morada.

Uma ótima semana para todos. E o abraço de hoje vai para minha irmã Nalva que está aniversariando e para meu irmão Wilson Mendonça pelo tetracampeonato da Copa Tv Sergipe de Futsal.
 + Matérias Relacionadas:

Aninha
Mendonça
Repórter e
Redatora