Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
738 mil reais para Infra-estrutura em Conjunto de Itabaiana
11/09/07 às 08:47 h


aninham@itabaianase.com.br

Os convênios assinados na tarde desta segunda-feira, 10, pelo governador de Sergipe, Marcelo Déda, consolidam os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) anunciados pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita a Sergipe há 45 dias. Os convênios garantirão a transferência de aproximadamente R$ 157 milhões do PAC, fora a contrapartida do Governo do Estado de mais de R$ 30 milhões, para a realização de investimento na área de saneamento básico e abastecimento de água.

O governador assinou os contratos relativos ao repasse de recursos do PAC com a Caixa Econômica Federal para os projetos de Esgotamento Sanitário de Aracaju, com R$ 70,8 milhões do PAC e R$ 12,5 milhões do Governo do Estado, como contrapartida, além do Projeto de Esgotamento Sanitário de Nossa Senhora do Socorro e Aracaju (Santa Maria), com R$ 17 milhões do PAC e R$ 3 milhões do Estado, e o Projeto de Construção da Barragem e Estação de Tratamento de Água do Rio Poxim, onde serão investidos aproximadamente R$ 80 milhões, sendo cerca de R$ 15 milhões do Governo do Estado.

Interesse social

Déda também assinou o Protocolo de Intenções do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS), que envolve o Governo do Estado, Caixa Econômica, Secretaria de Estado do Planejamento e Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social. Ao todo, os 10 primeiros empreendimentos a serem implantados vão beneficiar cerca de 1.300 famílias em diversos municípios, totalizando um investimento de R$ 2,9 milhões.

Dentre os 10 primeiros empreendimentos estão:  Residencial Luiz Inácio Lula da Silva, em Propriá, com 100 unidades habitacionais, ao custo de R$ 250.264,76; Residencial Caraíbas, em Porto da Folha, com 128 unidades habitacionais, a um custo de R$ 326.135,00; Residencial Totonho Costa, em Salgado, com 118 unidades habitacionais, a um custo de R$ 201.515,15; Residencial Luciano Pimentel, em Salgado, com 38 unidades habitacionais, a um custo de R$ 68.242,49; Residencial Marcos Xavier Porto, em Cristinápolis, com 144 unidades habitacionais, a um custo de R$ 326.135,00; Residencial João Emídio, em Poço Verde, com 200 unidades habitacionais, a um custo de R$ 509.958,83; Residencial Pe. João Lima Feitosa, em Frei Paulo, com 100 unidades habitacionais, a um custo de 250.264,76; Residencial Francisco Teles de Mendonça, em Itabaiana, com 254 unidades habitacionais, a um custo de R$ 738.975,80; Residencial Mocambo, em Porto da Folha, com 97 unidades habitacionais, a um custo de R$ 326.135,00; Residencial Serra da Guia, em Poço Redondo, com 84 unidades habitacionais, a um custo de R$ 282.426.19.
Ainda segundo o governador, a meta é conseguir a construção de 20 mil casas populares até o fim de 2010, a partir dessa parceria entre com o Governo Federal e municípios, minimizando o déficit habitacional em todo o Estado.

Fonte: ASN


 + Matérias Relacionadas:

Aninha
Mendonça
Repórter e
Redatora