Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Rapidinhas da Política
15/12/08 às 09:54 h


aninham@itabaianase.com.br

EXPECTATIVA

Nesta terça-feira, dia 16, o Senado decide a recomposição das câmaras municipais com base na apreciação da PEC 020/2008, que teve o relatório do senador César Borges (PR-BA) aprovado por unanimidade pela CCJ daquela casa. Ao contrário do que tem afirmado alguns analistas, se sancionada pelo presidente Lula ainda esse ano, os atuais suplentes de vereadores, que estão dentro do novo limite, vão sim assumir seus mandatos a partir de janeiro de 2009. Até porque, não haveria sentido toda a mobilização que foi feita em Brasília para a aprovação da PEC. A expectativa por parte dos suplentes é muito grande. (panorama político - jornal da cidade)

Diplomação

O prefeito eleito de Itabaiana Luciano Bispo, a vice-prefeita Lourdes Machado e os vereadores eleitos estarão sendo diplomados na próxima quarta-feira, dia 17, pelo Juiz Dr. Alberto Romeu Gouveia Leite.

Reunião

Acontece hoje às 19 horas na CDL de Itabaiana, uma reunião com os 600 servidores da prefeitura aprovados em concurso em 2002 e contratados por ele no final de seu terceiro mandato em dezembro de 2004, mas demitidos por decreto da prefeita Maria Mendonça (PSB) em janeiro de 2005. A reunião é para tratar do retorno destes servidores ao trabalho como prometido por Luciano durante a campanha de 2008. Apuramos que o prefeito eleito proporá aos servidores o retorno de todos ao trabalho mediante a revogação do decreto de Maria desde que eles desistam da ação de reintegração que corre na justiça e se comprometam de não cobrarem os salários dos últimos quatro anos. Ao município caberá regularizar a situação de todos junto à previdência social para fins de aposentadoria e pagar os salários a partir do retorno ao serviço. Quem concordar retornará imediatamente, quem discordar poderá… bem quem discordar tem algumas possibilidades a serem analisadas, como por exemplo, cobrar judicialmente os salários e todos os benefícios que deixaram de receber ao longo desde quatro anos, uma vez que ao revogar o decreto da prefeita Maria Mendonça Luciano estará reintegrando a todos com direito a tudo que a legislação prevê. (nabocadopovo.jor.br)


 + Matérias Relacionadas:

Aninha
Mendonça
Repórter e
Redatora