Principal
   Notícias Gerais
   Esportes
   Informática
   Variedades
   Eventos
   Educação
   Guia Astral
   Agenda
   Cobertura de Eventos
   Nossa Cidade
   Mural de Recados
   Utilitários
   Contate-nos
   Concursos
 
 
 
 
 
 Login:
 Senha:
 
Mensagem: A Resposta
30/03/07 às 07:46 h


aninham@itabaianase.com.br

 

Uma mulher costumava sempre reclamar de tudo na vida: dos filhos, do marido, da situação financeira...

Certo dia encontrou-se com Jesus e disse:

- Senhor, compadece-te de mim! O mundo me atormenta e a vida faz-me escrava. Tenho um filho que incessantemente me fere o coração. Esperei-o com os melhores sonhos, embalei-o nos braços... Entretanto, encontro nele meu suplício. Por que isso, Senhor? Por que tanto sofrimento?

E Jesus, em Seu infinito Amor e bondade, respondeu àquela mulher:

- Minha filha. Só o amor pode educar os filhos de Deus. Que seria do tronco se a terra não o suportasse, ou do ninho sem que a ramada lhe resguardasse a esperança?

- Mas, Senhor, e comigo? Quem teria colocado em meus braços semelhante martírio? Quem talvez, por engano, terá colocado em meu peito esse filho difícil e indiferente, acreditando que o meu amor ignorante e frágil conseguiria educá-lo?

Então, com grande surpresa, a pobre mulher escutou de Jesus estas simples palavras:

- Minha filha...Fui eu.

Moral da história: Todas as vezes que passamos por dificuldades, estamos sendo provados, mas também enriquecidos com a graça de Deus. Não desistamos perante os obstáculos, confiemos plenamente no Amor de Jesus e os fardos se tornarão leves.

Um ótimo dia para todos, um final de semana de Paz!


 + Matérias Relacionadas:

Aninha
Mendonça
Repórter e
Redatora